thumb Angelim-4

ABM diploma Angelim nesta quarta

A Associação Brasileira de Municípios, ABM, está ampliando o seu quadro de Sócios Eméritos e, nesta quarta-feira (25), o presidente da entidade, Eduardo Tadeu Pereira, virá a Rio Branco para realizar a entrega do diploma para o ex-prefeito de Rio Branco (AC), Raimundo Angelim, às 19 horas, na sede da Associação de Municípios do Acre (AMAC) (Rua Isaura Parente, 2931 | Conjunto Tangará).

“É uma grande honra para mim e uma responsabilidade receber esse título pois trata-se de um reconhecimento ao trabalho que fizemos pela nossa cidade, além de um incentivo maior ao que ainda podemos fazer pelos municípios brasileiros, em especial os do Acre.”, disse Angelim.

O título de Sócio Emérito foi lançado pela ABM em março de 2014, quando cerca de 60 personalidades do municipalismo brasileiro, como ex-prefeitos, deputados, senadores, entre outras, receberam os primeiros diplomas, durante o Encontro Nacional de Municípios. Raimundo Angelim, assim como os demais homenageados, receberá o título pela dedicação e contribuição às lutas municipalistas ao longo de sua trajetória política. “Criamos esse espaço para que agentes importantes do municipalismo, como o Angelim, continuem contribuindo com as ações em busca de avanços para gestões municipais. Os sócios eméritos têm muito a contribuir com a dinâmica da ABM, propondo temas, projetos e nos representando nos estados’, avalia o presidente da entidade, Eduardo Tadeu Pereira.

Angelim foi presidente da AMAC, chefe da Casa Civil do estado do Acre, no governo Jorge Viana; deputado estadual e prefeito de Rio Branco (2005-2012).

68 anos de lutas e conquistas – A Associação Brasileira de Municípios é a entidade municipalista mais antiga do Brasil. Fundada em 1946, assumiu o papel de representação institucional e fortalecimento dos municípios. Em 2012, com a posse de uma nova diretoria e do presidente Eduardo Tadeu Pereira, renovou suas propostas e estreitou o diálogo com as Prefeituras.

Nessa nova fase, a entidade está acompanhando de perto os grandes desafios na gestão das cidades, entre eles a escassez de recursos, a falta de mão de obra qualificada para elaboração de projetos e a demanda crescente pela oferta de novos serviços. Tendo em vista esse cenário, pautou sua atuação para garantir mais capacidade e melhores condições de gestão aos municípios; e intensificou os debates sobre o aprimoramento do pacto federativo, abordando temas como a judicialização da gestão, revisão da Lei de Licitações e da Lei de Responsabilidade Fiscal e a Reforma Tributária.

Nos últimos anos de sua trajetória a ABM se especializou no apoio às gestões municipais e formação dos gestores, através de convênios com instituições públicas e privadas, com o objetivo de oferecer suporte às Prefeituras nas atividades cotidianas e essenciais para a manutenção e ampliação dos serviços públicos.

A entidade possui uma grande parceria com o SEBRAE para a construção de um sistema nacional de assistência técnica aos municípios na elaboração de projetos e organização de políticas públicas, que será desenvolvido em cooperação com as entidades municipalistas estaduais.

A ABM ainda representa as cidades brasileiras em fóruns regionais e nacionais, tendo assento no Comitê de Articulação Federativa (CAF) da Presidência da República, que reúne representantes dos Ministérios; e integrando os Conselhos Deliberativos da SUDENE e SUDAM.

Deixe uma resposta