Agricultores terão documentos de graça em mutirão

O município de Acrelândia (AC) recebe nos dias 19 e 20 deste mês o mutirão do Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Os agentes do governo atenderão à comunidade, agricultoras familiares e assentadas da reforma agrária na Escola Estadual Professor Pedro de Castro.

A prioridade de atendimento são as mulheres, mas os familiares, homens, jovens e crianças também poderão adquirir gratuitamente os documentos civis e trabalhistas. No mutirão, serão emitidos Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). Essa documentação permite às trabalhadoras e trabalhadores rurais ter acesso às políticas públicas do Governo Federal.

Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR), Layla Torres, a região Norte tem a segunda maior demanda pelos mutirões em todo o país, atrás somente do Nordeste.

“O Norte é uma região muito específica e a demanda é muito grande por causa da geografia. Há comunidades muitos isoladas e as nossas equipes fazem um grande esforço para chegar lá: vão de barco, de avião, acampam em barracas para atender a essas comunidades que ficam mais longe. Muitos não têm documentação por isso”, afirmou.

Desde o início do programa no Estado, 41.680 mulheres foram atendidas e já foram emitidos mais de 114 mil documentos nos 121 mutirões. A expectativa é de que, em Acrelândia, sejam atendidas por dia cerca de 150 mulheres. O município fica a cerca de 130 quilômetros da capital Rio Branco e tem mais de 13 mil habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*