Alagação: Procon inicia fiscalização de preços

Empresas fornecedoras de produtos de gênero alimentício e postos de combustível devem ficar atentas à fiscalização do Procon no Estado a partir desta terça-feira, 11. O órgão de defesa ao consumidor tem o objetivo de antever punições quanto à cobrança indevida desses produtos.

Segundo a diretora executiva da instituição Vanuza Messias, o alvo é fiscalizar, principalmente, as redes de supermercado que receberam alimentos em voos da Força Aérea Brasileira, em consequência da interdição recente da BR-364 com a enchente do Rio Madeira.

“Ainda não temos relatos concretos de alteração desses produtos por parte dos consumidores, portanto, nossa intenção é prevenir qualquer possibilidade de cobrança indevida”, comentou.

Os postos de combustível também entram no escalão do Procon. “Se forem encontradas irregularidades, faremos a instauração do auto de infração”, frisa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*