Na Aleac, Comissão recebe policiais civis

O presidente da Comissão de Segurança e segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Jamyl Asfury (PEN), na manhã desta quarta-feira, 5, recebeu um grupo de policiais civis com a finalidade de mediar acordo entre a categoria e o governo do estado.

Os policiais civis reivindicam por melhores condições de trabalho e reajuste salarial. A categoria alega que estão com efetivo insuficiente, salários defasados e promoções atrasada, data base descumprida.

Após ouvir a categoria, Jamyl Asfury se comprometeu em intervir junto à equipe de articulação do governo e junto ao próprio governador – para abrir uma linha de diálogo com os policiais civis. “A verdade é que a Polícia Civil é um patrimônio do Acre e nós temos que cuidar desse patrimônio. Ontem houve mais uma manifestação dos policiais e eu quero reafirmar o compromisso do governo com a segurança do nosso Estado. Ainda essa semana esse impasse será resolvido da melhor forma possível. Conversei com Tião Viana ontem e ele garantiu que está aberto às negociações. Nós temos que nos unir porque é juntos que vamos construir uma policia melhor”, complementou.

De acordo com Jamyl, o governo tem interesse em abrir os canais de negociação e chegar a um acordo que favoreça os dois lados da questão. “Sabemos que o Estado tem limitações nas dotações financeiras, mas o principal interesse é acordar propostas que possam ser cumpridas. Precisamos trabalhar dentro da realidade orçamentária de nosso Estado”, destaca.

Durante a sessão, o parlamentar comemorou o início do curso de formação para mais 250 policiais civis que iniciou na última sexta-feira e terá a duração de seis meses. “A contratação dos novos profissionais de polícia significa a evolução da segurança pública do Estado. Claro que ainda temos uma defasagem na polícia civil do Estado, mas, se não fosse a contratação desses novos profissionais a situação seria pior. Fiquei feliz pela contratação e mais feliz ainda do governo ter liberado o salário integral desses servidores públicos durante o período de formação isso significa muito para eles”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*