Aleac encerra sessão em sinal de luto

A notícia da morte do presidenciável Eduardo Campos ocorrida na manhã desta quarta (13) abalou a Assembleia Legislativa. O parlamento foi comunicado cerca de 1 hora depois do acidente aéreo. A partir da notícia, a sessão foi encerrada em sinal de luto.

Nos corredores da Assembleia Legislativa os deputados tentavam compreender o que realmente estava acontecendo. Por telefone, ou acompanhando os noticiários, todos buscavam a confirmação oficial.

O presidente Elson Santiago, resistiu em comentar a tragédia. Por volta das 11 da manhã, a mesa diretora da Aleac comunicou a notícia da morte do candidato à presidência da república, Eduardo Campos. O Clima de consternação abalou os trabalhos e a sessão logo foi encerrada.

O Deputado Jamyl Asfury estava inscrito para falar naquele momento, e abriu mão do tempo de 15 minutos.“Estamos impactados com essa notícia trágica. Para nós da política é um luto”, disse.

O presidente da Aleac, Elson Santiago encerrou a sessão em sinal de luto pela morte de Eduardo Campos. Os deputados comentaram sobre o trágico acidente, lembrando ainda da acriana Marina Silva, candidata a vice na chapa de Eduardo Campos. “A gente lamenta muito e quer se solidarizar com a ex-senadora Marina Silva, o vice-governador César Messias e o deputado estadual Manuel Moraes, que são da mesma sigla que Eduardo Campos”, comentou Elson Santiago.

O deputado Manuel Moraes, líder do PSB, partido de Campos, não estava na sessão. Para o deputado Astério Moreira o fato foi “uma tragédia para o Brasil, uma perda irreparável”, comentou. Para o deputado Gilberto Diniz, “fica a tristeza em todo parlamento, no meio político fica um vazio”, declarou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*