Área de risco: famílias são retiradas da Baixada da Habitasa

A prefeitura de Rio Branco continua a retirada das famílias que moram próximas a um igarapé na Baixada da Habitasa.  Das 250 casas que foram marcadas, 100 já foram demolidas e os moradores colocados em residências alugadas.

Outras 150 devem ser retiradas até a próxima semana. Com isso a prefeitura quer reduzir o número de famílias que devem ser levadas para abrigos, caso ocorra uma enchente na capital.

O Rio Acre deu sinais de que está enchendo rápido em Xapuri e Brasileia e toda essa enxurrada está descendo para Rio Branco.

Na manhã dessa quinta-feira, 30, o rio amanheceu na capital com 11,28m, com o volume de água que vem descendo vai chegar rapidamente a cota de alerta que é de 13,5m.

A Defesa Civil estadual também está de olho no interior do Estado. Em Tarauacá a defesa civil retirou duas famílias que tiveram as casas invadidas. O rio que corta a cidade transbordou e atingiu o bairro da Praia. Em Cruzeiro do Sul faltam 50 centímetros para o Rio Juruá chegar a cota de alerta. Em Sena Madureira o rio Iaco já começou a invadir os bairros mais baixos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*