Banner replica-de-pistola-9mm

Armas de brinquedos serão proibidas no mercado de Rio Branco

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, deve sancionar na próxima semana a lei que proíbe a venda de réplica de armas bélicas, ou armas de brinquedo, no comércio de Rio Branco. O projeto de lei já foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores.

As armas de brinquedo, segundo o autor do projeto, vereador Fernando Martins, incentiva a violência a ajuda a muitos bandidos que usam armas de plástico para cometerem assaltos.

A proibição vale apenas para as réplicas da arma de verdade. As pistolas coloridas para arremessar bolas não estão inseridas na lei. Os camelôs, locais mais comuns para encontrar as armas de plástico, raramente elas estão sendo vendidas. Já sabendo da lei muitos nem estão comprando o produto, que vem da Bolívia.

Assim que for sancionada, a lei entra em vigor em 120 dias. Quem for flagrado vendendo será multado e pode ter o estabelecimento fechado por 30 dias.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*