Bocalom quer universidade estadual no Acre

O pré-candidato ao governo do Acre, Tião Bocalom (DEM), juntamente com o seu vice, deputado federal Henrique Afonso (PV) e o advogado e pré-candidato ao senado, Dr. Roberto Duarte, visitaram ontem (23), o município de Sena Madureira, onde puderam conversar com diversas lideranças locais, populares e também realizar visitas ao centro comercial da cidade.
 
À noite, Bocalom, Henrique e Duarte reuniram-se com pré-candidatos, populares e lideranças locais para apresentar algumas de suas propostas para o município de Sena Madureira e para o Acre.

A voz de sena

Várias lideranças estiveram presentes no evento. Presidentes de associação de produtores, professores, empresários e ex-deputados da região, a exemplo de Raimundo Sales, detentor de 6 mandatos na Assembleia Legislativa do Acre. Sales fez críticas ao governo questionando “como essa turma tem a coragem de vir aqui hoje, inaugurar uma ponta de rua e ainda fazer faixa de dizer que em sena não tem mais lama e poeira. Basta olhar para a cidade para ver a situação de desprezo pelo nosso povo. Chega de Viana, não adianta virem mais aqui e fazerem mais promessas”.

Um dos pré-candidatos a deputado estadual mais prestigiado foi Nelson Sales (PV), bastante aclamado pelos presentes. Nelson Sales fez questão de afirmar que ali era uma reunião entre amigos. “Aqui não tem cargo comissionado. Aqui tem integridade, capacidade e compromisso”, disse.

Nelson afirmou ainda que decidiu ser pré-candidato a deputado estadual porque não admite que o Acre tenha um dono. “Nós somos livres e podemos provar isso a partir de agora. Livres para escolher o que queremos. Quando os homens de bem deixam de participar da política, os malandros e mal intencionados tomam de conta. Os problemas desse estado são muitos, e depois que essa turma sair, aí que vão aparecer mais”, afirmou.

Saúde e Educação

Outro filho de Sena Madureira, pré-candidato a deputado federal Normando Sales, também mostrou sua força na região. “Eles estão há 16 anos e é uma vergonha, uma cidade com quase 40 mil habitantes ter apenas uma escola de ensino médio, isso é inadmissível. Nós vamos resolver isso e quero assumir o compromisso de viabilizar a Universidade do Purus, projeto do Henrique Afonso, além da Universidade estadual do Acre. Eu quero aqui também, assumir um compromisso de alocar 100% do orçamento de nossas emendas para implantar um hospital regional em Sena Madureira”, afirmou.

Crítica qualificada + propostas

Durante a reunião, Roberto Duarte novamente criticou a forma de fazer política do grupo que governa o Acre há 16 anos. Para Duarte, os principais projetos que estão sendo executando foram idealizados e apresentados pela Oposição e plagiados pelo governo petista, a exemplo da Cidade do Povo, apresentado por Bocalom em 2008 e o Ruas do Povo, pelo Gouveia, o “Tijolinho”.

“Hoje vieram aqui inaugurar uma ponta de rua quando prometeram pavimentar 100% das ruas de todo Acre. Lá em Rio Branco, prometeram entregar 10 mil casas até o final deste ano e, somente essa semana, em plena pré-campanha e depois de 4 anos de escândalos, estão entregando menos de 5% das casas que prometeram”, disse Duarte.

Bocalom garante a Universidade Estadual, Hospital Regional e Projeto Poupança Jovem

Além da Universidade Estadual e da construção do novo Hospital regional para Sena Madureira, Bocalom reafirmou sua prioridade na política de produção para que as pessoas possam se inserir no mercado, gerando emprego e renda e realizando seus sonhos.

Bocalom também reapresentou o Projeto Poupança Jovem, onde todo aluno que estiver matriculado na rede estadual de ensino médio terá direito a uma poupança, que deve variar entre R$ 200,00 a R$ 1.200,00 ao ano, conforme seu desempenho.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*