Câmara discute Serra do Divisor

Membros da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, do Memorial Chico Mendes, Instituto Socioambiental, da WWF-Brasil, do Conselho Nacional das Populações Extrativistas, além de representantes do Ministério do Meio Ambiente e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil participaram dos debates com os parlamentares-membros das comissões de Meio Ambiente e Direitos Humanos.
 
Segundo o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, é proibida a presença da população residente dentro das unidades de conservação denominadas Parque Nacional, Estação Ecológica e Reserva Biológica e o Estado é obrigado a desapropriar as propriedades privadas e reassentar as populações tradicionais em outras áreas. Mas para o deputado Henrique Afonso, a realidade no País é bem diferente do que prevê a lei.
 
Nesse contexto se insere o Parque Nacional da Serra do Divisor, transformado em unidade de conservação durante o governo FHC e que até hoje as famílias que ali residem ao longo dos anos não forma indenizadas e estão entregues às própria sorte.
 
De acordo com Henrique Afonso (PV), se faz necessário conhecer melhor o problema e buscar caminhos que possibilitem soluções efetivas para as famílias que ainda resistem às adversidades no Parque Nacional da Serra do Divisor, na fronteira do Brasil com o Peru.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*