thumb Visita-a-Praça-da-juventude-Fotos-Assis-Lima-1

Centro da Juventude Cidade Nova sai dia 30

O prefeito Marcus Alexandre inspecionou nesta segunda-feira, 5, as obras de construção do Centro da Juventude no bairro Cidade Nova. A velha rodoviária de Rio Branco  foi  demolida e está dando  lugar a uma praça de esporte, lazer e cultura  beneficiando toda a Regional 6 de Agosto.  Trata-se de um importante  centro de cidadania e recreação estrategicamente localizado em frente à Casa Rosa Mulher e do Centro de Saúde Eduardo Assmar. “Revitalizamos esta área ao entorno e dia 30 estaremos entregando essa importante obra para a comunidade”, informou o prefeito.

As secretárias Claudia Cunha, de Obras Públicas, Silvia Brilhante, do Meio Ambiente, e Temmillys Silva, da Juventude, acompanharam o prefeito. Técnicos, gestores e responsáveis pela obra também estiveram presentes. Os trabalhos estão em fase de acabamento. Além de equipamentos esportivos dos mais variados e destinados a atender todas as faixas etárias, a praça conta  com 2 blocos de edifícios, sendo que no bloco 1 irá funcionar o cineteatro/auditório com 60 lugares; telecentro; biblioteca; sanitários públicos feminino e masculino. No bloco 2, o usuário encontrará salas de multiuso, escritório do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e um posto da Polícia Militar.

As obras são de grande porte e seu custo está calculado em R$1.620.465,39 com recursos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), criado pela Presidenta Dilma Rousseff para alavancar o desenvolvimento no País.   A área de intervenção é de 3.906,45 metros quadrados com prazo de execução de 210 dias a contar da data de lançamento.

O objetivo da Praça dos Esportes e da Cultura é integrar em um mesmo espaço físico, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistênciais, políticas de prevenção, violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania em regiões de alta vulnerabilidade social.  O projeto faz parte do conjunto de obras em andamento ou em fase de concorrência pública na capital. São recursos alocados junto ao Orçamento Geral da União (OGU) a partir de emendas parlamentares através de diferentes Ministérios.

A participação popular na administração de Rio Branco se deu com a articulação e formação de conselhos públicos com presença  em todas as áreas da gestão. Isso permitiu a implantação de um novo conceito de planejamento na administração de uma capital que não para de crescer.
 
Grupo Gestor Local gerenciará  Centro

O CJ abrigará a Secretaria da Juventude de Rio Branco e será gerido por um Grupo Gestor Local (GGL), conforme informou Temmillys Silva, secretária da Juvente.  Esse GGL é composto por integrantes do poder público municipal, comunidade e sociedade civil organizada.  A gestão compartilhada permitiu a realização de grandes obras na cidade de Rio Branco desde o mandato de Raimundo Angelim.  A Prefeitura  espalhou  obras de urbanismo em vários bairros através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, asfaltou ruas, implantou redes de água e esgoto, potencializou programas e ações que melhoraram substancialmente a qualidade de vida em Rio Branco.

O Centro da Juventude é uma obra considerada  estratégica para a cidade de Rio Branco   e está localizada nos limites das  ruas Uirapuru, Palheiral e Andirá, tendo os seguintes equipamentos:

-quadra poliesportiva coberta de 30x17m

-pista de skate

-equipamentos de ginástica

-parquinho infantil

-pista de caminhada

-dois blocos de edifícios, sendo que no bloco 1 irá funcionar o cineteatro/auditório com 60 lugares; telecentro; biblioteca; sanitários públicos feminino e masculino. No bloco 2, o usuário encontrará salas de multiuso, escritório do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e um posto da Polícia Militar.

Deixe uma resposta