Copa: Brasil já deportou 15 estrangeiros

Até agora, 15 estrangeiros foram deportados para seus países de origem enquanto tentavam entrar no Brasil durante a Copa do Mundo 2014. Segundo a Polícia Federal (PF), nove argentinos estavam na lista do Sistema Nacional de Procurados e Impedidos, (SNPI) um norte-americano era suspeito de praticar crime sexual e pedofilia no Estados Unidos e outros cinco turistas estrangeiros tiveram problemas com a documentação (um norte-americano, dois nigerianos e dois argelinos).

Os argentinos foram mandados de volta por apresentarem histórico de violência em estádio de futebol. A portaria que autoriza a PF a realizar esse procedimento foi assinada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, dois dias antes do início da Copa.

Uma outra portaria interministerial (Justiça e Direitos Humanos) assinada antes do Mundial autoriza barrar pessoas indiciadas, denunciadas ou condenadas por crimes de pedofilia.

Servidores responsáveis pelo controle fronteiriço e de atividades de fiscalização migratória nos portos, aeroportos internacionais e pontos de fiscalização terrestre de migração fazem a fiscalização.

A PF ainda prendeu, no Rio de Janeiro (RJ), na última segunda (16), um mexicano acusado de tráfico de drogas. Ele foi detido enquanto embarcava para Fortaleza,  onde assistiria ao jogo entre Brasil e México.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*