thumb Explosao13052014-101 640x425

Explosão: laudos devem sair em 15 dias

Pelo menos 73 imóveis próximos foram avaliados pela corporação

Os entulhos retirados das casas destruídas ainda estão no meio da rua Edmundo Pinto, no conjunto Manoel Julião, e é a maior mostra dos prejuízo dos moradores.  

Em cinco casas, os telhados foram arrancados e destruídos. A proprietária de uma das casas destruídas não quis se identificar, mas abriu as portas para mostrar como ficou a residência.

O telhado foi reconstruído graças a ajuda da igreja onde congrega. Mas, ainda existem rachaduras na parede, forró danificado e os móveis que estragaram.  As cinco residências mais afetadas apresentaram danos estruturais e precisam ser reconstruídas.

Todas ficavam ao lado e na frente da casa onde o cilindro de acetileno explodiu na semana passada, matando uma pessoa. O corpo de bombeiros está concluindo a avaliação das casas afetadas, e, em 15 dias estará entregando o atestado de sinistro que pode ajudar quem tem seguro residencial.

Segundo o major Otoni Miranda, o Corpo de Bombeiros avaliou 73 imóveis residenciais e comercias próximo a casa onde aconteceu a explosão, e 27 deles tiveram danos e vão receber o atestado. Outros imóveis, também atingidos, os moradores tiveram apenas telhas e vidros quebrados e preferiram não receber o documento.

Nos últimos dias, o Corpo de Bombeiros recebeu mais de 70 denúncias apontando a existência de venda ilegal de gases inflamáveis. O corporação disse que já investigou todas as chamadas e verificou que a maioria era alarme falso. No entanto, alguns comerciantes desse produtos vão ter que mostrar como está sendo feito o armazenamento dos cilindros. Muitas denúncias recebidas pelos Bombeiros tem como relação o transporte e a venda de botijas de gás de cozinha.

Deixe uma resposta