Falta de água faz Prefeitura de Rio Branco contratar carros-pipas

Com o período de seca o nível do rio Acre está abaixo de dois metros

Rio Branco sofre com a seca severa. O verão amazônico começou com altas temperaturas, o que preocupa as autoridades. As queimadas são comuns neste período.

O mês de julho está com chuvas abaixo do esperado, agosto e setembro são ainda mais críticos quando o assunto é a seca. O nível do rio Acre já está com menos de 2 metros de profundidade e deve continuar baixando, dessa forma, o abastecimento de água na capital acreana fica cada vez mais crítico.

A Prefeitura de Rio Branco realizou uma reunião com as secretarias de Agricultura, de Meio Ambiente e as equipes de saneamento da cidade e do estado, por meio do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa).

A Prefeitura constatou que há 12 localidades rurais que estão sem água, com tanques e poços secos, por isso, contratou carros-pipas para abastecer essas regiões. Na área urbana da capital que não chega à água, o Depasa se comprometeu em resolver o caso.

“O que a gente definiu é que o município, através da secretária de Agricultura, fica com a responsabilidade de abastecer e colocar as caixas d’água nessas comunidades rurais, e o Depasa fica com tudo que for de zona urbana”, afirmou o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

Informações do repórter Jardel Angelim para a TV Gazeta

 

Deixe uma resposta