Doença misteriosa pode ter causado duas mortes no presídio de Cruzeiro do Sul

Uma doença misteriosa pode ter sido a causas da morte de dois presidiários que cumpriam pena na Unidade Penitenciária Manoel Nery da Silva, em Cruzeiro do Sul.  As vítimas da possível doença foram Paulo dos Santos Rocha, de 20 anos, morto em 25 de outubro quando viajava já a tratamento  para Rio Branco, e Daniel Souza da Silva, de 24 anos, que morreu no último  dia 06 de novembro na UTI em Rio Branco.

Os dois morreram num espaço de menos de um mês de um caso para o outro. Paulo dos Santos Rocha primeiro perdeu o movimento das pernas e depois passou a ter problemas na respiração. Daniel Souza morreu com os mesmos sintomas.

O relatório sobre a doença, que será feito a partir de exames laboratoriais de sangue e líquidos da coluna dos mortos, além de amostras de fígado, baço e pulmão, já foram enviados ao Instituto Carlos Chagas, em Belém (PA), e nesta terça-feira, 26, uma equipe do Ministério da Saúde chegou ao município para fazer a análise na comunidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*