DSEI/Purus: diretor coloca cargo à disposição

Depois dos ataques sofridos o diretor do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Alto rio Purus, Antônio Costa decidiu colocar o cargo à disposição.

Agora, mais tranquilo, Costa que foi acusado de desvio de recursos e de não apoiar algumas lideranças indígenas, ele teve que ouvir vários pedidos para que fosse demitido da direção do Distrito Sanitário,  que faz a gerência dos recursos destinados a saúde dos índios.

Ele conversou com nossa equipe de reportagem em forma de prestação de contas. Disse que dos 70 processos que geraram custos ao Distrito, prestou contas de tudo, e, não existem indícios de malversação do dinheiro nesse período de 26 meses frente ao órgão. Mostrou como exemplo a compra de carros, barcos, contratação de pessoal e a reforma da casa do índio, que será inaugurada em agosto e serve de apoio aos indígenas que vem fazer tratamento médico em Rio Branco.

Disse também que colocou o cargo à disposição da Secretaria Nacional de Saúde Indígena para que possa decidir seu futuro.

Costa disse que sai, mas não vai abrir mão de fazer muito barulho. vai começar pedindo uma prestação de contas detalhada dos recursos que foram enviadas as prefeituras no período de 2001 a 2011. Nesse período, os prefeitos geriam as verbas da saúde indígena e muito dinheiro desapareceu sem a prestação de contas e até mesmo do serviço ou compra de material.

Disse ainda que vai revelar em detalhes, as “propostas indecentes”, apresentadas por algumas lideranças indígenas do Acre.

Segundo o presidente da  DSEI a perseguição que sofreu, é por que não cedeu a alguns índios que queriam a criação de cargos de chefia nos polos de atendimento que ficam nos municípios. Houve ainda,o pedido para liberação de diárias e até a de demissão de um médico para favorecer o secretário de saúde de Boca do Acre, que, acumularia os cargos.

“Como eu disse: não! Fui vítima de várias acusações. Mas tem um detalhe, a nova pessoa para ocupar meu cargo não será ligada aos índios, e, sim, a Secretaria Nacional em Brasília.” Afirmou Costa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*