Eletrobras/Acre: audiência pública vazia

A audiência pública promovida pelo Conselho de Consumidores da Eletrobrás Acre nesta segunda-feira (30), foi um fracasso. O evento marcado para ouvir e encaminhar sugestões e reclamações dos clientes não teve participação do público.

Agência Nacional de Energia Elétrica estabelece que 90 dias antes do fim do mandato de cada conselho de consumidores, seja promovida uma audiência pública. A reunião tem objetivo de ouvir e acolher sugestões dos clientes das concessionárias e principalmente apresentar a sociedade o papel de cada representante dentro do conselho. No Acre, o evento foi marcado para esta segunda-feira, mas foi concluído com decepção. Nenhum cliente da Eletroras Acre participou.

Fazem parte do conselho de consumidores, as cinco principais classes das unidades consumidoras: residencial, rural, poder público, comercial e industrial. Estavam presentes na audiência pública, apenas três representantes de classes.

O jornalista Ivan de Carvalho, participa do conselho e ficou indignado com a falta de compromisso dos membros. “Tem que levar em consideração que todos os gastos praticados pelo conselho para qualquer tipo de evento sai do bolso do consumidor. Então é mais do que obrigação, do que dever que tenha a participaçao dos representantes do conselho”, disse.

A falta de público causou bastante desconforto entre os poucos representantes do conselho que compareceram. Cogitou-se a possibilidade de cancelar a audiência e transferir o evento para outro dia, mas a resolução da Aneel que trata das audiências públicas não consta essa alternativa.

Para o presidente do conselho, Abrahão Felício, o fracasso da audiência prejudica unicamente os clientes da Eletrobrás Acre. “Aqui a oportunidade é dada para as pessoas se manifestarem então parece que tá tudo bem. Ninguém reclama de nada”, criticou.

O assessor da promotoria de defesa do consumidor do Ministério Público, Rafael Vieira, participou da audiência. Ele lamentou que o evento tenha ocorrido, sem a participação da população. “Acho que faltou interesse de algumas pessoas que receberam o convite ou viram a notícia e não quiseram comparecer”, opinou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*