Banner SubPM

Em 2013, PM realizou quase nove mil prisões no estado

A onda de violência que preocupa e também assusta os acreanos foi tema de discussão no ‘Gazeta Entrevista’ da última quinta-feira, 6. O subcomandante da polícia militar, coronel Mário Cesar, foi o convidado para comentar o assunto.

Sobre o motivo de tantos crimes, o oficial acredita que “a criminalidade se dá no momento que o ser humano vive de desordem. Não há temor pelas leis”, expôs. Para Mário Cesar, é importante revisão e também endurecimento nas leis.

Já em relação à demora no atendimento via Ciosp(Centro Integrado de Operações em Segurança Pública),  o subcomandante orientou as pessoas que se sentirem prejudicadas a procurar a Corregedoria da PM para relatar a situação.

Ele também aproveitou a oportunidade e mostrou o que vem sendo feito pela polícia. “Em 2013, realizamos 8.700 prisões e 266 mil abordagens”, declarou. Somente no último mês, a PM realizou 89 operações na Capital e 417 pessoas foram conduzidas às delegacias da cidade.

Atualmente, a corporação conta com 2.700 policiais.  Perguntado sobre o efetivo ideal, o coronel foi direto: “Quanto mais, melhor.” Na opinião do oficial, a maior integração dos órgãos de segurança pública e o cumprimento real da pena são maneiras que podem diminuir os índices de violência.

Deixe uma resposta