thumb escolajurua

Em Cruzeiro do Sul, escola ameaça desabar

A escola estadual Barão do Rio Branco, na comunidade Olivença, zona rural de Cruzeiro do Sul, ameaça desabar. Construída próximo à margem do rio Juruá, a subida do nível da água favorece o desbarrancamento que pode atingir a escola a qualquer momento.

Segundo a diretora da escola, Angelina Medeiros, no local estudam 159 crianças. O prédio de madeira também está com a estrutura interna comprometida. Parte do piso está afundando. “Algumas paredes chegam a balançar com o vento forte”, afirmou  diretora.

Nesta terça-feira, 26, uma equipe do Corpo de Bombeiros fez uma vistoria no local e recomendou a interdição da escola, que já não oferece condições de segurança para os alunos. A proximidade das crianças com a margem do rio é outra preocupação.

No ano passado, a escola Barão do Rio Branco chegou a ser parcialmente interditada, pelos mesmos motivos que novamente põe em risco a segurança dos alunos. O núcleo da secretaria estadual de educação em Cruzeiro do Sul garantiu que soluções para o problema já estão sendo providenciadas.


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*