thumb cerol

Em Cruzeiro, mulher quase é degolada por cerol

A técnica em enfermagem Rosinei Pontes Barroso, de 36 anos, sofreu um corte profundo por uma linha contendo cerol, na tarde deste sábado (01), em frente à quadra coberta Alaiton Negreiros, na cidade de Cruzeiro do Sul, logo após buscar a filha em  um  treino de handebol. A mulher passou por cirurgia e encontra-se em recuperação em sua residência.

Segundo Sasha Tuane, de 16 anos, filha da vítima  que estava na garupa da moto, ela mesmo retirou a linha cortante do pescoço da mãe.

”Tudo aconteceu muito rápido, minha mãe nem percebeu que a linha estava enroscada  nela. Dai então, a única reação que tive no momento foi puxar e gritar com objetivo que  ela parasse a moto,” disse a filha.

A vítima recebeu os primeiros atendimento pelo Samu ainda no local, posteriormente foi encaminhada ao Hospital do Juruá onde passou por cirurgia.

Ao perceber a situação, cerca de 10 garotos aparentando ser menor de idade quebraram suas linhas e fugiram do local. A família prestou queixa na delegacia.

Mistura assassina

O cerol   é uma mistura de pó de vidro com cola, utilizado principalmente por jovens e adolescente para disputas com pipas e papagaios. Em contato com uma linha de costura, é de fácil secagem,  se torna tornando extremamente afiado pendendo inclusive  decepar membros do corpo humano, como dedos,  artérias da região do pescoço, braços e garganta.

Deixe uma resposta