Peixe: feirantes recebem até cartão de crédito

A empreendedora Sávia Miranda já vendeu todos os pescados que tinha disponíveis. A ideia de oferecer ao cliente a forma de pagamento por cartão de crédito deu tão certo que agora ela ajuda os amigos da cooperativa que ainda tem peixe pra vender. Com o tablet, o cliente só precisa informar alguns dados e pronto, está fechada a venda no cartão. “Aqui a gente não perde a venda. Se não tem o dinheiro tem o cartão. Se não tem muito dinheiro a gente divide no cartão”, explica.

Sávia que também é consultora de cosméticos trabalha como produtora rural, e é ligada a Coopesq, Cooperativa de pescadores do Quixadá. A comunidade está promovendo a primeira feira de peixes dos cooperados, até o dia 18 no final da Estrada do São Francisco.

A prefeitura e o governo do Estado apóiam a feira, com a estrutura para a realização do evento.  O atendimento é de 7 da manhã às 7 da noite, com cerca de 10 espécies de peixes. O quilo da tilápia e do Curimatã custa R$ 6,00 o Tambaqui é revendido por R$ 7,00 o quilo e o Piau e o Surubim por R$ 10,00 o quilo. Segundo o presidente da cooperativa, José Melo, a primeira experiência com a feira já é um sucesso. “Por ser a primeira tá muito boa. A gente vai melhorar mais ainda na próxima se Deus quiser”, comemora.

Na feira, os clientes também encontram os temperos para preparar os pescados em casa, ou ainda, opções de pratos a base de peixe à venda no próprio local. Outro atrativo é levar o pescado limpinho. Por até R$ 2,00 o peixe sai cortado, pronto pra panela. “É muito prático. Por 1 ou 2 reais vai tudo tratado, só lavar e temperar”, comenta a vendedora Sônia Miranda.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*