Em protesto, radiologistas ocupam Aleac

Segurando faixas e cartazes com mensagens de protesto, os técnicos em radiologia ocuparam as galerias do plenário da casa em defesa do cumprimento da lei federal que regulamenta a profissão de radiologista.  

Segundo o sindicato da categoria, em todo o estado existem cerca de 1000 técnicos em radiologia. Pelo menos 600 trabalham em unidades hospitalares da rede pública.  manifestação desta quinta-feira, 5, chamou atenção para os baixos salários que a categoria recebe e o riscos à saúde desses profissionais , decorrentes da atividade considerada perigosa.

“Nós temos visto concursos públicos sendo realizados totalmente fora da lei, quando a lei que regulamenta a profissão diz que tem que ser pago dois pisos da categoria, no caso cada um no valor de 1.020 reais, então o salário seria de 2.040 reais mais o adicional de insalubridade por conta da profissão”, explica Jena Marcos, presidente do sindicato dos radiologistas.

Enquanto os manifestantes permaneciam nas galerias do plenário vários deputados se pronunciaram na tribuna a favor dos trabalhadores. Após os pronunciamentos a sessão foi suspensa. Deputados da comissão de saúde da casa se reuniram como manifestantes para discutir uma proposta viável junto ao governo, no sentido de atender as reivindicações dos trabalhadores.

Deixe uma resposta