Detran cobra infrações cometidas há três anos

Instituição não reconhece falha, mas corregedoria planeja novos prazos para pagamento

O Detran em Rio Branco enviou, de uma só vez, 93 multas de trânsito para uma empresa que trabalha como revenda de veículos. Muitas notificações são referentes há três anos, quando o carro pertencia a outra pessoa. Os valores das multas ultrapassam os R$ 30 mil.

São infrações de veículos diferentes. Por ser uma revendedora, muitos carros foram negociados quando o cliente comprou um novo. Na época, a empresa diz que não tinha conhecimento das multas. Agora que os carros foram revendidos, as notificações chegam no nome da empresa.

As multas são de datas diferentes. Algumas são do ano de 2012. O corregedor do Detran, Fábio Eduardo Ferreira, explicou que a demora na entrega por ter sido culpa dos correios.

Disse ainda que a empresa pode entrar com uma ação de regresso e cobrar dos antigos proprietários. O que não será fácil. Dependendo do valor, nem vale a pena procurar a Justiça. Ficaria mais caro, e ainda tem a demora para se chegar a uma sentença.

Se o Detran tivesse enviado nos prazos corretos da notificação, seria mais fácil para administrar e até procurar os verdadeiros causadores das infrações.

O corregedor do Detran explicou que, devido ao atraso, a empresa vai poder contar com todos os prazos novamente, como se tivesse recebida a primeira notificação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*