Enem 2014: 2,2 milhões já estão inscritos

Até as 12 horas desta quinta-feira (15), 2.220.106 candidatos já estavam inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2014. As inscrições foram iniciadas nesta segunda (12) e o prazo termina no próximo dia 23, às 23h59.

O MEC ressalta, ainda, a importância dos candidatos façam a inscrição com antecedência, em horários com menor número de acessos ao sistema — no início da manhã, até as 9h; à tarde, entre 14h e 17h; à noite, após as 21h. Os procedimentos para a efetuar a inscrição estão disponíveis na página do Inep.

O prazo para o pagamento da taxa de R$ 35 vai até o dia 28 de maio. Cabe ressaltar que estudantes de escolas públicas e estudantes que comprovem baixa renda estão isentos da taxa. Para mais informações, confira edital completo.

O Enem de 2014 será realizado em 1.699 municípios. Tanto no sábado (8) de novembro, quanto no domingo (9), os portões de acesso aos locais de provas serão abertos às 12 horas e fechados às 13 horas, também de acordo com o horário de Brasília.

‘Face a face’ com a presidenta

Para sanar possíveis dúvidas sobre o Enem 2014, a presidenta Dilma Rousseff respondeu, na manhã desta quinta-feira (15), a perguntas dos internautas por meio da ação “Face to Face”, na página do Palácio do Planalto no Facebook.

Em uma das conversas, a presidenta lembrou que não é preciso cursar o ensino médio para prestar o Enem, e também apresentou dois exemplos de oportunidades: “As possibilidades são as seguintes: primeiro, se você fez o ensino médio, mas não concluiu, você pode fazer o Enem. Se tirar mais de 450 pontos em cada uma das provas e 500 na redação, e tiver 18 anos ou mais, você recebe uma certificação de conclusão do ensino médio. Segundo, se já concluiu o ensino médio, você pode fazer o Enem e concorrer a uma das vagas nas universidades federais e públicas. Terceiro, como você sabe, durante todo o ensino médio é possível fazer o Enem”.

Critério de seleção

A nota do Enem pode ser usada para participar de vários programas, entre eles o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que disponibiliza bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que destina a estudantes vagas gratuitas em cursos técnicos.

“Esse ano, em janeiro, com uma só nota no Enem, o estudante pode concorrer a vagas em 115 instituições, em 4.700 cursos diferentes em todo o País fazendo apenas a inscrição pela internet”, destacou Dilma Rousseff  no programa semanal Café com a Presidenta.

O Enem também é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para concorrer a bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*