Fábrica de biodiesel será instalada no Acre

Uma fábrica de biodiesel teve seu projeto de incentivos estaduais aprovados para instalação no Acre. Em até 3 anos, será possível produzir biocombustível a base de sebo bovino, no parque industrial de Rio Branco.

Segundo o secretário de indústria, Edvaldo Magalhães, a empresa Amazonbio recebeu esta semana, a aprovação do seu plano de negócios, onde solicita uma área em torno de 14 mil metros quadrados dentro do Parque industrial de Rio Branco. A empresa pretende fabricar biocombustíveis e prevê investir R$ 106 milhões de reais e gerar mais de 20 empregos diretos.  No primeiro ano, a meta dos investidores é produzir cerca de 23 mil metros cúbicos de biodiesel, a partir do sebo de boi.

A empresa Amazonbio estudou o fornecimento de matéria prima no Acre e chegou a conclusão de que aqui há matéria prima o suficiente para a produção de biodiesel a curto e longo prazo. Segundo o plano de negócios da empresa, para produzir mil litros de biodiesel, serão necessários quase mil quilos de sebo bovino.

Pelo menos três frigoríficos são citados no plano, como propensos fornecedores de matéria prima. Na parceria com o Estado, a empresa vai receber a área para instalação e também incentivos fiscais. “Tudo que se investe numa planta industrial no Acre pode ganhar até 95% de crédito na hora da comercialização do produto. Portanto, fica competitivo”, disse Magalhães.

De acordo com o secretário, a Amazonbio também pode investir na produção vegetal do Estado. O Juruá, segundo estudo da Embrapa é propício para a produção de dendê. O dendê  também pode ser usado como fonte de óleo para produzir biodiesel.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*