Esperança: famílias são retiradas de área de risco

Os moradores do Beco do H, no bairro Esperança, aproveitam o feriado para retirar a madeira dos barracos. Muitos conseguiram vender as tábuas, outros estão doando para familiares. Desde a semana passada, a Defesa Civil incluiu 68 famílias que viviam nessa região alagadiça, no programa de aluguel social. Elas estão sendo retiradas com urgência.

Os barracos foram construídos em cima de um córrego, que, no período de chuva, alaga as casas.

Apesar de todos esses riscos, muitas famílias não querem sair. A aposentada Luiza Maciel Cordeiro, de 78 anos, disse que já está acostumada com o local, e vai deixar a casa porque está sendo obrigada.

Para algumas famílias, que ainda não saíram, existe um problema: elas não estão conseguindo uma casa para alugar pelo valor de R$ 300, oferecidos pela prefeitura.

No Beco do H, as famílias viviam espremidas. Desde a entrada até passar de um barraco para o outro, só em cima de trapiches escorregadios. Para o morador Antônio Araújo, que vive há 3 anos no beco, já tinha passado da hora de retirar as famílias.

Até a próxima semana, a Defesa Civil pretende retirar todas as famílias e limpar o local.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*