Festival Intermunicipal de Vídeo é lançado no Acre

Em quatro anos foram percorridos 12 municípios e mais a capital para realização de oficinas. Mais de 100 jovens participaram da elaboração dos filmes desde o início do projeto. 30 deles virão a Rio Branco para participar do festival.

Em 2009, a proposta de realização deste festival foi apresentada pela Associação Acreana de Cinema – ASACINE, e foi contemplada pela lei de incentivo a cultura do município de Rio Branco. As universidades Uninorte e Ufac, também são grandes parceiras deste projeto, assim como o Sesc/Acre.

As oficinas oferecidas pela ASCINE instruíram na elaboração dos vídeos produzidos. Além da escolha do tema, os participantes foram orientados sobre as filmagens e o roteiro a ser feito.

O presidente da associação acreana de cinema e coordenador do festival, Adalberto Queiroz, afirma que há uma grande intenção de contribuir com a cultura do Estado com este projeto. Ele acrescenta que a expectativa dele e de todos os participantes nos municípios é grandiosa.

“Desde 1979 faço parte de festivais onde o filme era super 8, porém só Rio Branco apresentava seus vídeos. Isso nos incomodou muito, pois vimos que eles tem muitas histórias para contar e o calor humano é muito grande. Eles queriam aprender, participar. Pessoas de todas as classes sociais e idades participaram das oficinas ministradas e estão ansiosas para assistirem seus vídeos”, enfatizou Adalberto.

Os vídeos produzidos pela população têm como principais temas: o meio ambiente, direitos humanos e políticas públicas voltadas para a mulher. A maioria tem aproximadamente 30 minutos e serão transmitidos a partir do dia 10, todas as manhãs e tardes no cine teatro recreio, que fica na gameleira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*