Imigrantes deixarão parque de exposições

Os Imigrantes abrigados no Parque de exposições Marechal Castelo Branco serão transferidos para outro imóvel. Segundo a Secretaria de direitos humanos (Sejudh), o local ainda não foi definido, no entanto a mudança deve acontecer neste final de semana. A transferência é necessária, devido a organização da Expoacre 2014.

Pela segunda vez no ano, os imigrantes acolhidos pelo governo acreano mudam de abrigo. Primeiro, depois de uma ação para agilizar a viagem de centenas de haitianos, senegalezes e dominicanos para o sul e sudeste do país, o abrigo de Brasiléia foi desativado e os imigrantes que ficaram, foram transferidas para Rio Branco. Durante esse período, o Parque de exposições Marechal Castelo Branco foi disponibilizado para abrigá-los.

Agora, a Secretaria de justiça e direitos humanos está providenciando uma nova transferência, para um imóvel. A intenção é acomodar os imigrantes por nacionalidade.

Cerca de 400 imigrantes estão abrigados no Parque de Exposição. A transferência deles acontece devido a proximidade com a a Exposição agropecuária, Expoacre. O local vai precisar ser adaptado e alguns ambientes reformados, para atender a necessidade dos expositores.

De acordo com o Secretário de diretos humanos, Nilson Mourão, a mudança deve acontecer ainda neste final de semana. “Nós estamos fazendo as negociações finais para contratar determinado imóvel que atenda todas as condições e esperamos resolver tudo para até sexta-feira e no sábado ou domingo faremos a mudança”, disse.  

Segundo a Sejudh, o objetivo do Estado era reduzir o fluxo migratório em até 150 pessoas, no entanto, isso não aconteceu. No último mês, chegaram em média ao Acre, todos os dias, grupos com aproximadamente 40 pessoas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*