thumb cbf

Ingleses não querem jogar em Manaus

Seleção não é bem-vinda, diz prefeito da Capital amazonense

O prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto (PSDB), respondeu ao treinador da Inglaterra, Roy Hodgson, que afirmou que sua seleção torce para não jogar na capital do Amazonas durante o Mundial de 2014.

O sorteio que definirá os grupos do Mundial será amanhã, na Costa do Sauipe (BA). Segundo o jornal britânico “The Guardian“, Hodgson disse que prefere enfrentar um grupo da morte a jogar em Manaus. “O clima tropical é problema para todos, incluindo argentinos, chilenos, colombianos, mas para os jogadores do norte da Europa será um pouco mais difícil. Tendo em vista o que as pessoas me disseram, Manaus é a sede a ser evitada. Porto Alegre seria o ideal. As chances crescem se você tiver condições climáticas mais agradáveis”, afirmou. “Não se pode negar que é um problema [jogar em Manaus], mas, não importa o que aconteça, não será uma desculpa.”

Prefeito rebate

Em nota, Arthur Virgilio disse que a seleção inglesa também não é bem-vinda a Manaus.

“Nós, amazonenses, também preferimos que a Inglaterra não venha. Torcemos para que venha uma seleção melhor, com mais futebol e com técnico mais sensível, culto e educado. Eis uma das poucas pessoas do mundo que não têm curiosidade a respeito da Amazônia, que não sonha em conhecer Manaus”, afirmou.

“Inventar desculpas revela falta de brio e autoconfiança. […] Sorte que o povo inglês é diferente do sr. Hodgson. É educado e sabe valorizar o belo. E nada é mais bonito e instigante do que a Amazônia, o Amazonas e Manaus”, disse o prefeito.

Deixe uma resposta