Lei beneficiará famílias de mototaxistas

Os vereadores já começaram a analisar o projeto de lei que vai beneficiar os 560 mototaxistas de Rio Branco. A matéria do Executivo dá direito à família de ficar com a placa quando o permissionário falecer ou ficar inválido.

Na norma atual, quando isso acontece, o município fica com a placa e repassa para outra pessoa, deixando a família do mototaxista sem a renda.

O projeto era uma antiga reivindicação da categoria. Os taxistas já contam com uma lei quer ampara a família quando acontece morte ou um acidente grave. O projeto está sendo analisado pelo Comissão de Legislação e Justiça e vai ser votado na próxima quarta-feira (11). O presidente do sindicato dos mototaxistas, Luiz Araújo, disse que já estava passando da hora da aprovação da lei que vai ajudar, principalmente a esposa que fica a renda quando o marido não pode trabalhar ou falece.

A Câmara deve votar na semana que vem outro projeto de lei polêmico. O município vai multar em quase R$ 1 mil o motorista ou motoqueiro clandestino que for flagrado fazendo o transporte clandestino em Rio Branco.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*