Linhão de Cruzeiro é da Eletrobras

O governador Tião Viana e os diretores da Eletrobras-Acre anunciaram os investimentos no setor. Assim que foi liberado o licenciamento ambiental, começa a obra do linhão de 650 quilômetros de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, um investimento de R$ 460 milhões.

As cidades que ficam a margem da BR 364 vão receber energia direto das subestações de Rio Branco. Atualmente esses municípios recebem energia de motores térmicos que gastam R$ 150 milhões por ano com o consumo de óleo diesel. O Governo Federal passa a gastar com o linhão 1/4 desse valor.

Segundo o governador Tião Viana, as obras para a conclusão do linhão tem uma previsão de três anos, mas, o governo do estado quer ajudar a Eletrobras e reduzir esse tempo, ao menos na metade. As obras para instalação das torres e dos cabos elétricos vão gerar 1.200 empregos diretos nessas regiões. Quando o linhão estiver em operação, apenas os quatro municípios isolados do Acre, Jordão, Santa Rosa, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter vão ter enérgia com motores térmicos, o restante está interligado no sistema nacional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*