Moradores do Juruá tem casas interditadas

Há cerca de um mês os moradores que moram na parte de cima da construção do canal do Remanso, em Cruzeiro do Sul, já haviam procurado a TV Gazeta para reivindicar melhorias para o local. Segundo eles, após a construção da obra, o córrego que passa ao lado das casas tomou maior proporção devido a vazante das águas com maior rapidez. Na última semana, o Corpo de Bombeiros interditou quatro residências da área, devido o perigo iminente no local.

A preocupação dos moradores é saber agora qual serão os procedimentos tomados quando acabar o prazo de três meses do aluguel social.

Na área interditada, o córrego aumenta cada vez mais o tamanho. O acesso entre os dois lados é feito apenas por um pedaço de madeira. Mas nos dias de chuva é praticamente impossível atravessar o córrego.
As casas que foram interditadas estão com os barrotes totalmente do lado de fora da terra, não oferendo mais nenhum tipo de segurança. A aposentada Juanita Ferreira que mora próximo as casas interditadas, teme que a sua residência fique na mesma situação.
Procuramos o representante do Governo do Estado em Cruzeiro do Sul, Itamar de Sá, através de telefonema, mas não fomos atendidos para mais explicações. O secretário de Obras do município também não foi encontrado para responder sobre a parte de infraestrutura.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*