MP Eleitoral quer impugnação de 104 candidaturas

Advogado diz que foi precipitada a apresentação de lista do Ministério Público Eleitoral das possíveis candidaturas impugnadas. Odilardo Marque, um dos advogados mais experientes na área eleitoral, disse que a maioria dos casos é sanável, foi apenas um documento que faltou, e que os candidatos vão apresentar assim que forem notificados, alias, muitos deles já procuraram o Tribunal Regional Eleitoral levando a documentação.

O Ministério Público Eleitoral preparou duas listas com os nomes dos candidatos que podem ser indeferidos. Na primeira relação, com 63 nomes, estão os pareceres com o indeferimento. Alguns candidatos conhecidos como ex-prefeitos: Leila Galvão de Brasileia, Raimundo Angelim de Rio Branco; o ex-secretário Lourival Marques e ex-deputado federal Chicão Brigido.

Todos foram citados pelo Ministério Público por ausência de documento que comprove a desincompatibilização do cargo que ocupavam.
Na segunda lista são os casos mais graves, que o Ministério Público Eleitoral já considera impugnado. São situações de ausência de quitação eleitoral. Nessa relação estão nomes conhecidos da política como: Ronivon Santiago, Moises Diniz e Eduardo Farias.

Outros casos são mais complicados, são alvos da lei da ficha limpa, como: o deputado federal Sibá Machado, a ex-secretária de Saúde Grace Rocha, e o ex-prefeito de Sena Madureira, Nilson Areal, que tiveram contas reprovadas, e outros como o ex-secretário de Educação Alércio dias que tiveram condenações na Justiça comum.
Segundo Odilardo, os processos ainda não foram para os juízes eleitorais, que vão analisar e oferecer um tempo para os candidatos se defenderem.

O MP eleitoral analisou os mais de 600 pedidos de candidaturas e já apresentou a lista de quem não deve continuar na luta pelo voto. Agora cada caso será julgado pela Justiça Eleitoral, que vai apontar quem vai ter o registro indeferido. Enquanto isso, os candidatos mesmo com os nomes na lista, podem continuar a campanha normalmente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*