270 famílias estão fora de áreas de risco

Com a vazante do rio Acre e as fortes chuvas famílias que moram em área de risco sofrem com os desmoronamentos ou deslizamentos de terra. No bairro placas, moradores começam a se preocupar com a situação, já que as chuvas estão causando movimentação do solo. A prefeitura afirma que essa área também é monitorada pela Defesa Civil.

Na tarde desta quarta-feira, 5, o prefeito Marcus Alexandre comentou sobre o trabalho da Defesa Civil municipal na assistência às famílias em áreas de risco. “Já temos cerca de 270 famílias no aluguel social, que foram retiradas de áreas de risco”, disse.

Contudo, ainda existem aproximadamente 300 famílias que moram em regiões onde há risco de desmoronamento e são monitoradas diariamente. Existem cinco locais em Rio Branco, onde o estado de atenção é maior e o bairro Placas, local onde uma residência está desmoronando, é um deles.

Segundo o prefeito, procedimento de retirada de famílias de locais de risco, segue alguns critérios, com avaliação prévia do local, acompanhada no final de isolamento da área. “A Defesa Civil faz o laudo e na medida que indica que não há mais condições que pode haver algum risco aí a gente entra com o aluguel social ou outro procedimento para assistir a família”, explicou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*