Obras do Terminal UFAC/Tucumã avançam

O prefeito Marcus Alexandre inspecionou nesta sexta-feira, 20, as obras de construção do Terminal de Integração UFAC/Tucumã, localizado em frente ao campus da Universidade Federal do Acre. As obras seguem em ritmo acelerado visando atender a demanda da 66ª Reunião da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência (SBPC) que acontecerá em Rio Branco a partir de 22 a 27 de julho. Pelo menos 7.000 pessoas, entre estudantes e pesquisadores, estarão na capital do Acre para participar desse evento.

Acompanharam o prefeito o superintendente da RBTRANS, Ricardo Torres; o presidente da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (EMURB), Jackson Marinheiro, e o pró-reitor de Planejamento  da UFAC, Alexandre Hid. Marcus Alexandre apontou algumas necessidades e prioridades como forma de acelerar ainda mais os trabalhos. “Não podemos perder um minuto sequer deste verão para avançar com as obras deste terminal”, disse o prefeito ao fazer referência ao grande evento da SBPC na UFAC.

O Terminal de Integração UFAC/Tucumã é um equipamento de mobilidade urbana que irá reduzir sobremaneira a necessidade de o usuário passar pelo Terminal Urbano para chegar a localidades como a Rodoviária Internacional de Branco ou a Cidade do Povo, por exemplo. O valor dessa obra está estimado em R$ 690.697,53 e irá beneficiar, diretamente, milhares de alunos estudantes das universidades que ficam localizadas nessa região e moram em outros bairros. Os terminais de integração tem a função de desafogar o fluxo de ônibus no Terminal Urbano do centro fazendo a ligação entre bairros, possibilitando ao usuário se deslocar de uma região a outra da cidade pagando uma única tarifa. Atualmente, todas as mais de 40 linhas de ônibus convergem no Terminal Urbano. Com os novos terminais, os usuários do transporte coletivo não precisarão mais se deslocar até o terminal central, se não for necessário. O Terminal UFAC/Tucumã será o segundo dessa categoria em Rio Branco. O primeiro foi o terminal da Baixada, inaugurado há dois meses.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*