Banner Hosmac

Atendimento: pacientes do Hosmac protestam

Pacientes e acompanhantes do hospital psiquiátrico de Rio Branco (Hosmac) estão preparando um abaixo assinado que será entregue ao Ministério Público Estadual denunciando a falta de médicos psiquiatras e de remédios na unidade.

O documento já conta com 534 assinaturas.  Segundo Antônio Mesquita, um dos líderes do movimento, os pacientes já não aguentam mais procurar a unidade e sair sem atendimento ou medicamento.

Antônio Mesquita revelou  que os médicos psiquiatras saíram da unidade e a maioria dos atendimentos está sendo feito por clínicos gerais. Outros pacientes estão sendo enviados para os postos de saúde, onde o atendimento é mais precário ainda, disse ele.

O servente Francisco Castro disse que há dois meses tenta conseguir o medicamento para o pai, que há 20 anos toma remédios controlados. Apesar dos vários dias de procura, só volta de mão vazia para casa e o quadro clínico do pai só piora.

A gerente de assistência à saúde, a médica Renata Carvalho, que também atende no Hosmac, informou que apesar do número reduzido de médicos, os pacientes não estão ficando sem o atendimento. Quanto aos medicamentos, o hospital não consegue cobrir a demanda, mas as pessoas podem procurar os postos de saúde para requisitar os remédios.

Segundo a médica, aumentou os atendimentos no Hosmac, quadros leves de doenças mentais podem ser atendidos nos postos de saúde e ainda tem os casos de epilepsias que também chegam até a unidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*