‘Plantando Livros’ incentiva leitura em Rio Branco

A Biblioteca da Floresta encerrou nesta sexta-feira (25) a primeira fase do projeto “Plantando livros”, uma iniciativa criada nos Estados Unidos e que foi implantada em Rio Branco. O objetivo do projeto é incentivar a leitura.

Um servidor da Biblioteca da Floresta deixa disfarçadamente um livro na praça. Em seguida, um cidadão passa e curioso abre o exemplar. Mais um livro foi plantado e a proposta gerou frutos. Essa é a dinâmica do projeto “Plantando livros”. Na capa, um selo informa que quem encontrou o material é dono e que depois da leitura completa, é preciso replantar o livro para outra pessoa.

A coordenadora do projeto, Paula Negreiros explica que o nome “Plantando livros” denota a mensagem de semear cultura. “Todos os livros são etiquetados para que a pessoa saiba que é dona do livro e que possa ler e depois passar adiante”, disse.

Paula explica, que mesmo de longe, os livros plantados são protegidos. “Nós acompanhamos o processo. Deixamos o livro e para ter certeza de que as pessoas vão levá-lo ficamos próximos, pra que o livro não fique abandonado, tomando chuva nos locais onde deixamos”, completa.

Os livros são deixados em poucas unidades em pontos estratégicos, onde circulam muitas pessoas. No terminal urbano, dentro dos coletivos e nas praças, por exemplo. Na próxima edição do projeto, no mês de junho, exemplares de uma coleção sobre a copa do mundo serão “semeados” pelos plantadores de livros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*