Polícia Civil prende acusado de latrocínio no Tancredo Neves

Nesta quinta-feira, 23, a Polícia Civil deu cumprimento à prisão de Mayco Deyvid de Jesus, acusado de ter participado do latrocínio ocorrido na madrugada de ontem, na rua Ayrton Sena, bairro Tancredo Neves, durante uma tentativa de roubo à residência.

Segundo informações, a vítima, Manoel Lima do Nascimento, 43, estava em casa, com a esposa, quando ouviu alguém mexendo no portão. Ela teria reagido ao assalto, efetuando alguns golpes com pau, que atingiu o assaltante Mayco Deyvid, que revidou, baleando-o no peito. O marceneiro morreu no local.

Após ser acionada a Polícia Civil esteve no hospital onde o acusado buscou socorro, coletando informações que levassem às circunstâncias do crime e à identificação da autoria, sendo que em ação conjunta com a Polícia Militar logo se descobriu que outro assaltante também participou do crime, já identificado e pode ser preso a qualquer momento.

A polícia elucidou o latrocínio ocorrido na madrugada desta quinta, em ação executada por policiais da Divisão de Investigações Criminais. Ficou apurado que após uma luta corporal travada entre Mayco Deyvid e a vítima teria sido a motivação do tiro no comerciante Manoel Nascimento.

O delegado Alcino Ferreira Junior localizou o acusado na UPA do Segundo Distrito, já que antes de ser assassinada, a vítima atingiu a cabeça do acusado com um pedaço de pau.

Mayco confessou o crime e foi indiciado por latrocínio – a pena pode chegar a 30 anos de cadeia. O acusado tinha sido preso por furto e se encontrava com a prisão decretada por tráfico de entorpecente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*