thumb catarinense

Por TelexFree, catarinense se acorrenta em frente ao Fórum

O radialista Aerci Areal OLM, da cidade de Chapecó, município de Santa Catarina, faz um ato de protestos em frente ao Fórum Barão do Rio Branco, na região central da Capital acreana. O objetivo, segundo o catarinense, é a liberação das atividades da empresa Ympactus, que representa a TelexFreeno no Brasil. Aerci quer a liberação dos investimentos daqueles que não tiveram lucro ou retorno com os investimentos aplicados.

À imprensa local, o radialista conta que fez um financiamento no banco e investiu R$ 35 mil na empresa. Como se tratavam de 11 contas, com um retorno mensal de 800 reais, em um ano, Aerci ganharia em torno de R$ 105 mil, mas tudo caiu por águas abaixo com a decisão da Justiça acreana.

O catarinense informou que a manifestação deve ficar mais forte nos próximos dias com a chegada de mais 15 investidores que estão vindo de Minas Gerais. Segundo Aerci Arreal (acorrentado) o movimento será pacífico e a ideia é conseguir uma audiência com a juíza e a promotora que atuam no caso e mostrar o prejuízo de muitas famílias.

Ação de 100 mil páginas
A Juíza Thais Calil, que determinou o bloqueio das contas da empresa Ympactus, conhecida como telexfree, disse que vai receber os manifestantes, mas a solução para o problema ainda está longe. A ação tem 100 mil páginas e ainda está sendo feita a licitação para contratar a empresa que vai realizar a perícia nos documentos apresentados. Só depois de todos os trâmites processuais é que se terá um solução para o dinheiro que está bloqueado.

Deixe uma resposta