Ufac começa a testar prática de airsoft

A Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio de projeto de extensão coordenado pelo professor do Centro de Ciências da Saúde e do Desporto, Carlos Roberto Teixeira Ferreira, torna-se pioneira no Estado do Acre na implantação do esporte radical chamado de airsoft. Atualmente, o projeto conta com 34 pessoas da comunidade externa e está vinculado à disciplina Esportes Radicais e Aventura, do curso de Educação Física.

Segundo os organizadores, o airsoft é um esporte que simula situações diversas de combate em área de mata ou urbana e baseia-se na honra e honestidade dos praticantes.

Para entendê-lo, é essencial saber que se trata de uma atividade que preza pelo realismo. Além das armas, os jogadores também usam equipamentos militares e roupas feitas exclusivamente para a modalidade.

Com quatro meses de projeto, o jogo está na fase de treinamento, a qual ocorre no Parque Zoobotânico. Conta com a parceria do 7º Batalhão de Engenharia e Construção e do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, para o exercício ser mais real e interessante.

O coordenador ressalta a importância do projeto. “Gosto de trabalhar com oportunidades e é importante a universidade trazer alternativas não convencionais para o campus, dando espaço para as pessoas conhecerem algo diferente”, comentou. “É um jogo democrático que trabalha o corpo e a mente, além de organização e resistência. Espero que a comunidade interna venha participar, pois é uma atividade divertida que abre caminho para novas amizades.”

Um dos fatores mais importantes no airsoft é a segurança. Por isso, o sistema de propulsão baseia-se em eletricidade e mola. As armas são projetadas exclusivamente para disparar bolas plásticas de polímero.

Exige-se para a prática que todas as armas apresentem, em sua extremidade, uma marcação laranja ou vermelha, para identificá-las como equipamentos esportivos.

A equipe está em fase de treinamento para futuros jogos e posteriormente fará chamada para novos participantes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*