Banner abandonado

Prédio federal está abandonado na Capital

A sede da Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura do Acre, situada ao lado do Parque de Exposições de Rio Branco, está abandonada, em menos de dois anos de uso.

A obra de quase um milhão de reais está completamente destruída. Levantada à base de vidro e madeira, tudo está se deteriorando pela ação do tempo. A única coisa que funciona é a parte elétrica. As lâmpada ficam acessas mesmo durante o dia. Quando saíram da sede, os funcionários deixaram parte de computadores e até documentos com registros dos pescadores.

A superintendente Juliana Rodrigues informou que o prédio foi abandonado porque a estrutura de madeira estava desabando. “O material usado é de baixa qualidade e os funcionários corriam riscos de acidentes,” firmou a superintendente.

O prédio foi interditado pelo corpo de bombeiros. Com isso deixaram de fazer a limpeza no local. Os tanques onde deveriam ficar peixes estão servindo de criadouro para mosquitos.

Atualmente a superintendência funciona num dos andares do prédio palácio do comércio, na avenida Ceará, pagando aluguel por cada sala.

A superintendente informou que existe um projeto de retorno a sede. Brasília vai enviar mais R$ 841 mil para a reforma, ou melhor, a reconstrução da sede, que oficialmente nunca foi inaugurada.

Quanto a uma ação de indenização contra a empresa que construiu o prédio, isso vai depender do Ministério da Pesca, em Brasília, já que, o projeto e a licitação foram feitos na Capital Federal.

Deixe uma resposta