Banner Limpacidade

Prefeitura começa limpeza nas áreas atingidas pelo rio Acre

Sem as águas invadindo os bairros, começa a aparecer o prejuízo.  Muitas casas não resistiram à correnteza ou ao deslocamento de terra.

Na entrada do bairro Taquari, duas residências desabaram. Outras não caíram, mas não oferecem segurança. Os moradores tentam agora reconstruir o que foi levado pela água.

A aposentada Maria Mendes nem foi atrás do kit de limpeza repassado pela prefeitura, lavou a casa com água e já está de volta. “Nada se compara com você está na sua casa”, relatou. A aposentada perdeu uma cama e o sofá.

 Assim como a Maria Mendes, dezenas de famílias perderam móveis. Eles ficam espalhados pelas ruas, e agora fazem parte do lixo, que começa a ser retirado pela prefeitura, que lançou nesta segunda-feira,17, a operação de limpeza nos bairros atingidos pela alagação. Além da retirada dos entulhos, muitas ruas precisam ser recuperadas.

Famílias retornam

Desde o domingo, 16, algumas famílias começaram a retornar para suas casas por conta própria, assinando um termo de responsabilidade, já que a operação “Volta pra casa” ainda não foi iniciada. Deixaram o Parque de Exposições 37 famílias, 30 no Sesc e 26 no Ginásio Coberto. O número de famílias que permanecem nos três abrigos públicos é de 1093.

Muitas famílias estão voltando para casa sem fazer a higienização e correm o risco de contrair doenças de pele e de intestino.

 Para o pequeno comerciante Djair Dias, no bairro Airton Sena, não dá para esperar a chegada da prefeitura. Ele ficou vários dias sem renda e ainda teve um grande prejuízo. “Não deu tempo tirar todas as mercadorias e algumas foram levadas pelo rio, agora é trabalhar para recuperar o dinheiro perdido.” Disse Djair.

A prefeitura quer retirar o mais rápido possível o lixo acumulado nas ruas e pede ajuda das pessoas atingidas. Muitas famílias ainda vão ficar nos abrigos e só voltam para as casas quando o rio não ameaçar uma nova cheia.

Deixe uma resposta