Epitaciolândia: prefeitura tem contas bloqueadas

Uma ação do Ministério Público Federal que cobrava na Justiça a dívida da prefeitura com o INSS transitou em julgado e o município será obrigado a quitar um débito de quase R$ 6 milhões. A dívida está acumulada desde as administrações que antecederam a gestão atual.

As contas da prefeitura de Epitaciolândia estão bloqueadas e a Justiça já determinou o sequestro de bens, confiscando parte do FPM do município. Cerca de R$ 200 mil já foram retirados das contas da prefeitura para a quitação do débito.

Nesta terça-feira, 01, o prefeito de Epitaciolândia, André Hassem, convocou uma reunião de emergência com os vereadores para comunicar a situação à Câmara Municipal. Uma comissão representando o município virá a Rio Branco para audiências com o Ministério Público Federal e o INSS, na tentativa de reverter a situação.

Ainda segundo a prefeitura de Epitaciolândia, a Polícia Federal abriu inquérito para apurar as responsabilidades pelo débito, e o destino do dinheiro, que foi descontado dos servidores públicos municipais, mas não foi repassado ao INSS.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*