thumb Tropical-foto-Adonay-Melo--9

Prefeitura recupera ruas do Tropical

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da EMURB, está recuperando as ruas do Tropical e vai reformar a Praça Félix Bestene Neto que fica no centro do bairro. O prefeito Marcus Alexandre e o vereador Manoel Marcos estiveram no local nesta quarta-feira e anunciaram que a licitação para a obra de reforma, será aberta no próximo dia 26 e a revitalização será iniciada em janeiro. “Temos investido na reforma de quadras e praças, que são os locais onde os moradores dos bairros se encontram. Já fizemos isso na Cohab do Bosque, no Tangará e São Francisco. Agora chegamos aqui ao Tropical e vamos prosseguir”, relatou o prefeito.    

A praça vai ganhar novos equipamentos, como bancos, mesa e iluminação e a quadra esportiva vai receber atenção especial. O vereador Manoel Marcos, disse que vai alocar recursos de emenda para garantir uma academia popular para a Praça Félix Bestene.

Os moradores da localidade, onde já está sendo feita a recuperação das ruas com o tapa buracos, já gradeceram antecipadamente ao prefeito pelas obras que serão executadas na praça, como o militar Baby Casseb, que mora no local há mais de 30 anos. “Esse é um bairro que tem muitas pessoas idosas e que precisam de praças e academias em perfeitas condições de uso. Nós reivindicamos e tivemos uma resposta rápida por parte do prefeito Marcus Alexandre”, relata.

Nove ruas asfaltadas no Tropical

Ainda no Tropical, além da Rua das Palmeiras, que fica ao lado da praça, a Rua Vitória Régia e a Travessa da Terra, também estão sendo recuperadas por meio da operação tapa buracos. E nove ruas do Tropical, Morada do Sol e Adalberto Aragão, foram asfaltadas, como a das Hortências, Samambaia Eros e Plutão.  O presidente da EMURB, Jackson Marinheiro, explica que o trabalho de tapa buracos começou pela Travessa Guarani no bairro do Aviário e avançou pela Cohab do Bosque, até chegar ao Tropical.

Além dos moradores dos bairros beneficiados, os trabalhadores também comemoram o ritmo das obras da prefeitura. Moisés Barros, que ficou nove meses desempregado, e trabalha agora na recuperação da Travessa da Terra no Tropical, conta que agora trabalha com a tranquilidade de contar com carteira assinada e o pagamento de todos os direitos quando atua nos finais de semana e feriados. “Agora posso fazer planos e comprar a prazo. A alimentação das crianças lá de casa melhorou”.   

Deixe uma resposta