Banner Mourao2014

Imigrantes: Mourão rebate críticas de Bittar

Secretário de Direitos Humanos rebate críticas de Bittar sobre imigrantes

O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Nilson Mourão, foi um dos convidados do ‘Gazeta Entrevista’ exibido na noite da última sexta-feira, 16. Ele rebateu as críticas que foram ditas pelo deputado federal Márcio Bittar(PSDB) em relação aos haitianos.

Desde dezembro de 2010, pouco mais de 22 mil imigrantes entraram no país através da fronteira acreana. Com a enchente do rio Madeira, os estrangeiros ficaram presos no estado. Uma das alternativas encontradas foi à utilização de aviões da Força Aérea para fazer o transporte até a capital de Rondônia.

Com a chegada de grupos maiores em São Paulo de uma só vez, várias críticas foram feitas pelo governo paulista. A secretária de Justiça, Eloísa Arruda, chamou o governador Tião Viana(PT) de irresponsável por não ter avisado sobre a ida dos imigrantes.

Viana rebateu e disse que as reclamações partiram da elite de São Paulo. Também no programa de entrevistas da TV Gazeta, Bittar afirmou que no Acre, a elite local é formada pelos petistas. Nilson Mourão aproveitou o espaço e foi duro nas respostas ao tucano.

“O Bittar nunca esteve no abrigo. Nunca enviou uma escova de dente, um sabonete para os imigrantes. Ele desconhece completamente a realidade”, enfatizou. Mourão se disse surpreso com a defesa radical do parlamentar ao governo do estado mais rico do país.

Nilson estranhou o interesse do pré-candidato ao governo estadual na causa dos soldados da borracha. “O Márcio é fazendeiro. Nunca vi fazendeiro se interessar por seringueiro”, expôs. Ao fim da conversa com o jornalista Alan Rick, Mourão ironizou: “Quando fala do PT, ele fica erotizado.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*