Presos fogem de penitenciária de Rio Branco

Quatro presos fogem do complexo penitenciário Francisco de Oliveira Conde. Os fugitivos arrancaram telhas e escalaram o muro do setor prisional provisório.

A fuga aconteceu por volta das 22:30 de ontem, 27, no pavilhão N do presídio. No mesmo local ficam cerca de 180 presos do regime semi aberto, mas apenas quatro fugiram. José Elison Mendonça, de 29 anos, Natanael Oliveira de 22 anos, Gerilto Caetano de 25 anos e Luciano Souza de 19 anos arrancaram telhas do alojamento e depois escalaram um muro. Um detalhe, é que o fugitivo José Elison foi preso na manhã de ontem. Ele já era procurado da justiça. Sobre Elison pesam duas condenações de assalto. O foragido também teria participado da morte de um vereador no município de Porto Acre.

Os fugitivos ainda não estavam com carta de emprego e por isso não tinham autorização para sair durante o dia. Segundo informações de agentes penitenciários, a estrutura do pavilhão N é precária. O forro é de madeira, além disso o muro do setor prisional provisório é mais baixo do que o muro do local onde ficam os presos sentenciados.

Segundo o diretor do Iapen, Dirceu Augusto, “as circunstâncias da fuga serão apuradas”. Ele disse ainda que outra unidade prisional está em reforma para receber os presos do pavilhão N. De acordo com ele, o novo prédio será mais resistente às fugas.

No ano passado foram registradas três fugas no mesmo pavilhão. Todos os fugitivos foram recapturados e perderam os benefícios do regime semi aberto. De acordo com o diretor do complexo penitenciário, Denis Pícolo, da fuga de ontem dois detentos aguardavam audiência com a juíza da vara de execuções penais. Os outros aguardavam por exemplo, um comprovante de endereço para receber licença de 30 dias para procurar emprego. Ele avalia que as experiências têm demonstrado que muitos presos não valorizam o regime de progressão de pena.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*