Banner Casai

Reforma, no valor de R$ 1 milhão, era para estar pronta em agosto de 2013

Inaugurada há mais de 20 vinte anos, a Casa do Índio(Casai), em Rio Branco, passa por reformas. Assim como o valor, R$ 919 mil, o que também está bem claro na placa com as informações da obra é o prazo de entrega: agosto de 2013.
 
Sete meses já se passaram e o local ainda é um canteiro de obras. Além disso, boa parte da sustentação do prédio está comprometida. Foram necessários R$ 300 mil a mais para o novo reparo.
 
Mesmo assim, outros aditivos não estão descartados. O telhado está completamente comprometido. “A obra praticamente parou por causa desses aditivos”, afirma Pedro Gomes, proprietário da construtora responsável pelo serviço.
 
Enquanto a obra não termina, indígenas que precisam vir à capital estão alojados em um prédio que não foi construído para servir como moradia e não atende as necessidades básicas.
 
Segundo Sabá Manchineri, presidente do conselho distrital indígena, mesmo com a reforma, o local não vai atender a demanda. A entrega da casa do índio está prevista somente para outubro. Essa demora é criticada pelo líder indígena.
 
“Esse atraso é responsabilidade da atual gestão. Em função de não saber delegar, não saber planejar e até mesmo a arrogância. São essas coisas que têm dificultado muito a construção, organização da situação da saúde”, argumentou Manchineri.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*