Residencial é invadido em Cruzeiro do Sul

Mais de 60 áreas de terra já foram invadidas e demarcadas no entorno do Conjunto Habitacional Cumarú em Cruzeiro do Sul. São famílias que em sua maioria não tem casa própria , moram de aluguel ou de favor em casa de familiares, e justificam a ocupação com a necessidade vivida. A invasão aconteceu na noite de quarta-feira,12,  e já são três dias que essas pessoas estão nesse lugar.

O integrante da ocupação José Lelande , considera que o problema se deve principalmente a falta de seleção específica no momento de distribuição de moradias populares. Ele conta que no conjunto Cumarú a maioria das pessoas que receberam casas venderam de forma irregular.

A ocupação é liderada pelo Movimento Nacional de Luta pela Moradia. O líder comunitário ,José Maria Ferreira , está fazendo junto às famílias do bairro um levantamento das pessoas que não possuem casa própria.

Esta é a terceira vez que o local é ocupado. Nas outras duas vezes a alegação dada para desocupação do local é que o terreno faz parte de uma Área de Preservação Permanente, situação que faz os ocupantes solicitarem  um esclarecimento específico

A equipe de reportagem procurou o representante do governo do estado em Cruzeiro do Sul, mas não conseguiu  contato com o mesmo. A secretária de Meio Ambiente Municipal também não foi encontrada para esclarecer se o local é área de APP.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*