Banner capturarioacre

Rio Acre se aproxima da cota de alerta

Com o Rio Acre chegando aos 12 metros, a Defesa Civil estadual procurou a prefeitura de Rio Branco para começar a construção dos primeiros abrigos no Parque de Exposição. Com esse volume, o rio ainda não começou a invadir quintais, mas, basta subir mais um metro e meio para se chegar à cota de alerta.

Com 14 metros, os bairros Airton Sena e Baixada do Habitasa são afetados.  Nesse primeiro momento serão construídos 100 boxes em um dos galpões do Parque de Exposição. Nesse final de semana, o rio Acre subiu 2,30m e o que mai assusta à Defesa Civil é que o Riozinho do Rola, principalmente afluente do rio Acre aumentou 2,60m em 48 horas. Segundo o coronel Antônio Gundim, coordenador da Defesa Civil estadual, é preciso estar preparado para o pior. “Com as fortes chuvas na região de Rio Branco ninguém descarta que o rio ultrapasse os 14 m, deixando várias famílias desabrigadas, por isso estamos preparando nosso efetivo, janeiro e fevereiro é sinal de alerta todos os dias”, completou.

Existe a preocupação também em outros municípios do estado. Em Sena Madureira, o rio Iaco passou da cota de alerta e volta a ameaçar algumas famílias. Em Tarauacá, o rio Muru baixou e em Cruzeiro do Sul o rio Juruá está com 11,30m, faltando 50 centímetros para chegar à cota de alerta. O Corpo de Bombeiros acredita que logo se chegará  a esse volume, já que, nos municípios vizinhos, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo o nível do Juruá está bastante elevado.

Deixe uma resposta