Rio Acre transborda e atinge 49 famílias

Na manhã desta segunda-feira, 3, o monitoramento da Defesda Civil já registra 14,50m o nível do Rio Acre. Pelo menos 49 faílias foram removidas pela Defesa Civil, sendo 30 encaminhadas ao Paqrque de Exposições e 19 para casasde parentes. Os bairros mais atingidos são: Ayrton Senna, Base, Seis de Agosto, Cadeia Velha, Baixada da Habitasa e Taquari.

Domingo

O Rio Acre ultrapassou a cota de transbordamento (14 metros) na manhã deste domingo, 2. Na medicação realizada às 6 horas o nível do rio era de 14, 18 metros. As Defesas Civil Estadual e de Rio Branco seguem monitorando os índices pluviométricos e dos nível dos rios, e já iniciaram o trabalho de retirada das famílias atingidas. As primeiras vítimas da enchente estão sendo transferidas para o abrigo no Parque de Exposição ou para casa de parentes.

A situação de vigilância também se repete no interior. Os níveis do Rio Acre no Alto Acre, apresentam baixa, em Assis Brasil e Brasileia. Em Xapuri está estabilizado, enquanto o Riozinho do Rola continua com a elevação do nível. O Rio Iaco, em Sena Madureira, estão acima da cota de transbordamento.

Já em Cruzeiro do Sul, o Rio Juruá, ultrapassou a cota de alerta. Em Santa Rosa, 47 famílias foram desabrigadas.

Atualizações

– Na medição realizada às 9 horas, o Rio Acre, em Rio Branco, marcava 14,22 metros.  O número de desabrigados no Parque de Exposição, contabilizados até às 10 horas, é de 13 famílias.

– Nova medição realizada às 12 horas, indica que o Rio Acre continua subindo (14,26). Já foram atingidos os bairros Airton Sena, Cadeia Velha, 6 de Agosto, Baixada da Habitasa e Base. De acordo com dados da Defesa Civil, 22 famílias foram retiradas de suas casas.

– O monitoramento é feito a cada três horas, e mostra que às 15 horas, o nível do rio era de 14,32 metros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*