Rio Purus desabriga famílias em Santa Rosa

No interior do Estado, a situação dos rios preocupa o governo e prefeituras. Em Santa Rosa, 53 famílias foram atingidas pela cheia do Rio Purus no centro do município e levadas para um abrigo custeado pela prefeitura. Na zona rural, mais de 70 famílias também foram retiradas de suas propriedades.

Segundo o prefeito de Santa Rosa, Rivelino Mota, o município tem cerca de seis mil habitantes, e aproximadamente 70% são da zona rural. Para dar suporte a essa maioria, a prefeitura dispõe de três barcos. Em comparação ao ano de 2013, o nível do rio já está acima do previsto para o mês, embora não existam instrumentos para monitorá-lo.

“Nós contamos com o acompanhamento da assistência social e o apoio de toda a equipe da gestão para fazer o transporte das famílias de suas casas até o abrigo. Todos aqui têm a alimentação completa, sem ter que se preocupar com nada”, explicou o prefeito.

Os espaços disponíveis para abrigos em Santa Rosa são as escolas. “A estimativa é de que as águas do rio baixem nos próximos dias e não comprometam o início do ano letivo para as crianças”, completou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*